As políticas financeiras

As políticas financeiras

O Crédito Público, corresponde às situações, em que existe uma transferência efectiva de liquidez para o Estado ou para outro ente público, que fica, por seu turno, vinculado a um conjunto de deveres pecuniários que se prolongam no tempo.

No plano financeiro, as principais funções do recurso ao crédito público são:

a)     Suprir carências ocasionais da tesouraria do Estado – crédito a curto prazo.

b)     Financiar o deficit global do Orçamento de Estado – crédito a médio e longo prazo.

No plano extra-financeiro, o recurso ao crédito público é um importante instrumento de política monetária e financeira.

Tal como se fala em crédito público, fala-se em Dívida Pública. Esta tem dois sentidos.

a)     Sentido restrito, corresponde apenas às situações passivas de que o Estado é titular por ter recorrido a empréstimos públicos.

b)    Sentido amploabrange as situações anteriores, mas também deriva da prática de outras operações de crédito (os avales).

A divida pode ser Fundada, ou seja, resulta dos empréstimos perpétuos ou dos empréstimos temporários a médio e longo prazo (art. 3º-bLei 7/98). E é Flutuante, quando resulta de empréstimos temporários a curto prazo e serve para ocorrer a deficits monetários da tesouraria (art.3º-a Lei 7/98).

A Lei 7/98 é o regime geral de emissão e gestão da divida pública.

A gestão da divida pública directa deverá orientar-se por princípios de rigor e eficiência, assegurando a disponibilização do financiamento requerido por cada exercício orçamental prosseguido de diversos objectivos (art. 2º/2).

O valor a gastar/aplicar (bilhetes ou obrigações do tesouro), vêem definidos no Decreto-lei orçamental, até ao máximo autorizado. A emissão destes bilhetes (curto prazo) ou obrigações (médio e longo prazo) do tesouro é da competência do Instituto de Gestão do Crédito Público (DL 28/98).

Uma resposta a As políticas financeiras

  1. bem proval que esta politica e bastante imovadora para exista uma versao totalmente macromatica satisfatoria que posibilita um desenpenho relavante oara o comsumidor no caso mocambiano e era precisa que S PESSOAS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s